Posso ganhar dinheiro com patentes?

05/04/2017

Posso ganhar dinheiro com patentes?

Em uma postagem anterior falamos sobre alguns casos de patentes brasileira e nem todos esses casos possuem conclusões felizes, como o de Nélio Nicolai e nem sempre é possível ganhar dinheiro com patentes.

Por esse motivo é relativamente cotidiano receber questionamentos sobre a utilidade de patentear uma invenção, o que nos leva a uma pergunta bem simples, que é saber se é possível ganhar dinheiro com patentes.

Como ganhar dinheiro com patentes?

 

Você sabe o que é uma patente?

 

O objetivo da postagem de hoje é mostrar alguns casos interessantes nos quais o uso de patentes gerou resultados interessantes, ao mesmo tempo também mostrar alguns cuidados e precauções necessárias para que a sua invenção realmente se torne um sucesso financeiro.

Patentes valem dinheiro

 

O que é uma patente?

 

Apesar do possível ceticismo todos os dados nos indicam que patentes, e outros tipos de chamados “ativos intangíveis” (marcas, softwares, direitos autorais), são extremamente relevantes do ponto de vista econômico.

Existem grandes exemplos para mostrar essa relevância econômica.

Como o caso da compra da Motorola pelo Google em 2011 (por 12.5 bilhões de dólares), e sua posterior venda em 2014 (por 2.91 bilhões de dólares).

O principal objetivo do Google era adquirir todo o extenso portfólio de patentes da Motorola, e utilizar isso para se consolidar no mercado e afetar a concorrência, seja impedindo-os de usar produtos que utilizassem alguma de suas patentes, ou licenciando essa tecnologia por preços altos.

Porém, esse é um típico exemplo de grande porte e algo “fora da realidade” da maioria das empresas e inventores individuais.

Por isso é interessante abordar um exemplo “mais acessível”, que é a patente da Amazon “Comprar em 1 clique” sobre a qual já falamos em outra postagem.

Nesse caso específico a tecnologia empregada não era algo “revolucionário”, não se trata de algo extremamente evidente, mas era uma inovação que poderia ter sido ser realizada por outras empresas, tanto que a patente não foi concedida na Europa e na Austrália sob a consideração de que não seria uma inovação “significativa”.

De qualquer forma, a patente foi concedida nos EUA e, posteriormente, foi inclusive licenciada para a Apple (em valores não divulgados), ou seja, algo relativamente simples gerou ativos financeiros importantes para Amazon.

Especialmente se considerarmos que a empresa sempre operou com margens de lucro baixas para ganhar competitividade, então esse tipo de ativo auxiliava o bom desempenho operacional da empresa de diversas formas (além de sua função principal de proporcionar uma experiência de compra única para os clientes da Amazon).

Cuidados necessários

O exemplo da Amazon não é interessante apenas pelo lado tecnológico (relativamente acessível) e financeiro (bons valores financeiros gerados), mas também em razão de uma preocupação jurídica bastante grande, e que foi uma das principais razões pelas quais a patente pode gerar resultados tão expressivos.

Nesse momento cabe um esclarecimento técnico, é possível patentear tanto um produto (uma máquina, por exemplo), quanto uma metodologia ou método, e no caso da Amazon a inteligência da empresa foi se preocupar não em patentear o produto específico que possuíam de “compra em 1 clique”, mas sim a metodologia como um todo.

Explicando melhor, se Amazon patenteasse o seu produto a proteção legal seria apenas para ele, logo seria possível que criações “alternativas” pudessem ser originadas dessa primeira patente, mas ao patentear o método o que a Amazon fez foi proteger para si o uso exclusivo da metodologia “comprar em 1 clique”, e por esse motivo essa solução não se difundiu no mercado.

Em síntese, a Amazon se cercou de todos os cuidados necessários, especialmente do ponto de vista jurídico, pois agiu de forma estratégica ao fazer o pedido de patente.

Como era sabido pela empresa que a parte tecnológica era relativamente simples, e seria facilmente copiada, trataram de buscar a proteção jurídica mais ampla possível, e com isso adquiriam o direito de utilizar, de forma exclusiva (por 20 anos), uma patente que permitiu a criação de uma experiência de usuário única e foi um dos pilares que levou à consolidação da empresa (e da marca) Amazon.

Conclusão

Acreditamos ter respondido de forma satisfatória como é possível ganhar dinheiro com patentes, ao mesmo tempo em que mostramos que existe uma série de cuidados estratégicos (jurídicos e tecnológicos) que precisam ser analisados antes de qualquer tomada de decisão.

Os principais problemas ocorrem quando esses dois pontos estratégicos não se conversam e isso é problemático.

É extremamente necessário não só possuir a tecnológica mais adequada ou a invenção mais inovadora, mas como é também essencial formatar essa criação de uma forma jurídica adequada e que permita sua exploração comercial.


Se você se interessou por este artigo, leia em nosso blog, matérias sobre o assunto:

Somos especialistas em Gestão de Patentes, entre em contato conosco e tire suas dúvidas, ficaremos imensamente satisfeitos em atendê-lo.

 

Para ajudá-lo a saber se sua criação pode ser patenteada, criamos 5 questões muito rápidas e práticas, que poderá esclarecer suas dúvidas!

Gestão de Patentes , , , ,
Sobre Luciano Del Monaco

Atuação no consultivo de Marcas, Planejamento estratégico e Estruturação de Novos Projetos na VilelaCoelho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SWITCH THE LANGUAGE