Designa-se “cultivar” novas variedades de plantas criadas por meio de pesquisas de agronomia, botânica, bioquímica (entre outras). O registro é de suma importância, pois permite proteger espécies de plantas dotadas de características inovadoras.

Nossa atuação neste segmento é dividida em duas fases: primeiro analisamos se a cultivar tem os requisitos técnicos necessários, e, posteriormente, acompanhamos o processo de registro da cultivar junto ao INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial).

Também atuamos perante órgãos públicos para viabilizar a produção, comercialização e consumo da cultivar.

Preencha o formulário abaixo e retornaremos seu contato.

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.